Diário da Crise 24 e 25/05/2016

Esperança hope Assistants_and_George_Frederic_Watts_-_Hope_-_Google_Art_Project
Esperança. George Frederic Watts.
Nossa esperança brasileira, nesses tempos sombrios, parece a imagem criada por George Frederic Watts: frágil e curvada, segura uma lira de madeira em que apenas uma corda ainda está intacta. Em meio ao ambiente desolado de verdes e cinzas, ela se inclina sobre a lira, tentando ouvir a música que resta. Não, não é uma esperança que se enche de alegres expectativas. Silenciosa, sofre ainda o impacto das mazelas que escaparam da caixa de Pandora. Ela apenas aguarda o futuro, de olhos vendados. Assim como nós, que só agora nos demos conta da própria cegueira e desconhecimento sobre o que ocorre no cenário da política nacional.
Cada gravação que surge, cada nova fase da Lava Jato e cada delação premiada desvelam um pouco mais sobre os subterrâneos da política brasileira. São calabouços escuros, feios de ver. Mas é hora de encarar a verdade: são chegados os tempos da consciência e da maturidade. E isso nunca é um processo fácil. Resistimos por muito tempo a esse despertar, entretidos por carnavais e feriados. Agora, aos poucos descobrimos que quase nada sabíamos sobre o processo político e muito menos sobre os principais personagens em cena. De alguns, suspeitávamos há mais tempo.  Outros tiveram o dom de nos surpreender.
Passados os primeiros sustos e as dolorosas descobertas, não cabe lamento. Só nos resta abraçar a chegada de uma época em que, como cidadãos, devemos estar mais atentos aos mínimos movimentos de quem dirige os destinos do país. Seja bem vindo a esse novo tempo. E faça a si mesmo e ao Brasil um grande favor: não regrida à era da ignorância.
Eis as principais notícias, entre as quais os destaques são a aprovação da meta fiscal e as gravações de falas do senador Renan Calheiros e do ex-presidente José Sarney:
  1. Michel Temer vence a primeira batalha e Congresso aprova meta fiscal. Após mais de 16 horas de sessão e dura obstrução de aliados de Dilma, autorização para que o país encerre o ano com um rombo de 170,5 bilhões de reais foi aprovada. Leia.
  2. Temer diz que aprovação da meta ‘foi uma bela vitória’. Leia.
  3. Confira as medidas econômicas anunciadas por Temer e Meirelles. BNDES deve devolver R$ 100 bilhões ao Tesouro. Leia.
  4. Em resposta a protestos em frente a sua casa, em SP, Temer diz que sabe tratar com bandidos. Marcela telefonou ao presidente interino chorando e pensando que residência seria invadida. Leia.
  5. Com ausência de venezuelano, Temer entrega credenciais de seis embaixadores. Diplomatas estrangeiros foram vaiados por manifestantes da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar. Leia.
  6. Ex-secretário de Cultura do Rio, Marcelo Calero assumiu comando do MinC. Temer desistiu de transformar a pasta em secretaria. Leia.
  7. Calero diz que Cultura não agirá a serviço de ‘projeto de poder’. Leia.
Impeachment
  1. Calendário sugerido por Anastasia prevê votação do impeachment no Senado em 1º de agosto. A defesa prévia da presidente Dilma deve ser apresentada até a próxima quarta-feira, 1º de junho. Leia.
  2. PT quer usar gravação de Jucá para defender Dilma em processo de impeachment. Leia.
Lava Jato
  1. Em conversa gravada, Renan defende mudar lei da delação premiada. Leia e ouça os áudios.
  2. Em gravação, Sarney promete ajudar ex-presidente da Transpetro, mas ‘sem advogado no meio’. Leia.
  3. Teori homologa delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, que gravou Jucá, Sarney e Renan. Leia.
  4. Para ministro da Justiça, não há necessidade de mudar legislação sobre delações. Leia.
  5. Líder do PT no Senado defende Renan e diz que não viu crime em conversa. Diferente da gravação de Jucá, diálogo não ‘tem nada de mais’, afirma Paulo Rocha. Leia.
  6. Depois de novo grampo, PSDB diz que vai processar Machado por menção a Aécio (leia). Em nota, Renan pediu desculpas a Aécio. Leia.
  7. Dirceu levou 25% de propina paga por empresas que procuraram Petrobras, afirma Força-Tarefa da Lava-Jato. Procurador cita ‘inércia’ do Congresso em combater a corrupção após 30ª fase. Leia. 
  8. Jucá diz que pedirá para Janot esclarecer se há crimes em áudios. Leia.
  9. Na presença de Jucá, Temer diz que não irá interferir em investigações. Leia.
  10. O ministro Gilmar Mendes comandará turma do STF que avalia recursos da Lava Jato. Leia.
  11. Gilmar Mendes enviou novamente à Procuradoria-Geral da República um pedido de abertura de inquérito contra o senador Aécio Neves. Diferentemente do que fez no inquérito que apura a relação de Aécio com o esquema de corrupção em Furnas, desta vez Gilmar enviou os autos ao procurador Rodrigo Janot, sem autorizar a abertura das investigações. O segundo pedido está relacionado a uma investigação sobre a suspeita de manipulação de dados do Banco Rural, prática que teria sido adotada para esconder o mensalão mineiro durante a CPI dos Correios. Leia.
Diversos
  1. O Brasil contribuiu para a crise financeira da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), ao não realizar contribuições voluntárias para seu funcionamento e atrasar seus pagamentos regulares à Organização dos Estados Americanos (OEA), afirmaram hoje representantes da entidade. O secretário-executivo da CIDH, Emilio Álvarez Icasa, diz que País não faz aportes voluntários à Comissão desde 2009. Leia.
  2. Exclusão de 4 mil cargos pode gerar economia anual de R$ 166 milhões. Leia.

4 comentários em “Diário da Crise 24 e 25/05/2016

  • maio 25, 2016 em 6:24 pm
    Permalink

    Desanimado com tamanha podridão em nosso meio político.
    Assustado com a imundície que se esconde por trás dos homens que dirigem o País e, em última análise, nossas vidas.
    Estarrecido com o total desconhecimento da profundidade do Mar de Lama em que o Brasil se encontra.
    Inseguro quanto a um Futuro feliz a frente de nós.
    Mas ainda esperançoso na vontade, justiça e determinação dos Homens de Bem. ( … a última e única esperança é a Operação Lava-Jato, com o Juiz Moro e seus homens, a meu ver os únicos ainda com credibilidade e honestidade ímpar.)
    – Ricardo Daiha –

    Resposta
    • maio 26, 2016 em 11:59 am
      Permalink

      Esperança sempre, querido Ricardo.

      Resposta
  • maio 25, 2016 em 10:10 pm
    Permalink

    ” o. Só nos resta abraçar a chegada de uma época em que, como cidadãos, devemos estar mais atentos aos mínimos movimentos de quem dirige os destinos do país. ”
    Andamos até então distraídos e desavisados . Pouco consequentes . Não dá mais para prosseguir assim.
    É com grande prazer Q faço o comentário , diante do texto cuidadosamente escrito P Sonia Zaghetto.

    Resposta
    • maio 26, 2016 em 11:58 am
      Permalink

      Obrigada, querida Maria Eurídice.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *