Diário da Crise 28/05/2016

DragonO Brasil parece ter se habituado à crise. A sensação que se tem é que o ódio há tanto tempo alimentado tornou-se um vício, uma necessidade imperiosa. Não bastasse a gravidade dos problemas reais, o mundo virtual empenha-se em potencializar cada episódio, agravando-o muito, politizando-o ao máximo e explorando-o à exaustão.

No cenário político, a cada dia surgem novidades, revelações, conversas gravadas e entrevistas que, aparentemente, expõem os corredores ocultos da política nacional. Entretanto, ao bom observador, não escapa a possibilidade de muitos desses episódios serem como as imagens do teatro de sombras, em que as fortes cenas apresentadas ao público são cuidadosamente construídas nos bastidores por hábeis artistas que sabem manipular os personagens e as emoções da plateia. Não são tempos para exercitar a inocência. Estes, são tempos de prudência, de atenta observação e de profundos questionamentos.

Eis as principais notícias do dia.

  1. Gravações indicam que ex-presidente da Transpetro ajudou aliados políticos. Segundo áudios divulgados pela TV Globo, Sérgio Machado ajudou o ex-presidente José Sarney e a campanha de Gabriel Chalita em SP. Leia.
  2. Renan diz em conversa que tentou evitar recondução de Janot na PGR. Presidente do Senado afirmou a Machado que ‘estava só’ na tentativa de evitar a permanência do procurador-geral da República. Leia.
  3. Lula se arrepende de ter eleito Dilma, diz Sarney em gravação. Leia.
  4. Após divulgação de gravações, aliados e até adversários defendem Renan Calheiros. Do PT ao DEM, passando pelo PMDB e pelo DEM, a manutenção de estabilidade política é o argumento para mantê-lo no cargo. Leia.
  5. Três delatores da Lava-Jato no Brasil fecharam acordo com a Justiça americana para prestar informações nos Estados Unidos sobre o esquema de corrupção na Petrobras: o ex-gerente da estatal Pedro Barusco e os empresários Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, da Toyo Setal, e Júlio Gerin de Almeida Camargo, consultor. Todos obtiveram imunidade total e não pagarão multas. Leia.
  6. Moro rebate críticas a acordos de delação premiada na Lava-Jato. Para ele, ataques são sinal de ‘uma tentativa de retorno ao status quo da impunidade dos poderosos’. Leia.
  7. A chance de Dilma voltar é zero, diz Geddel Vieira Lima. O ministro da secretaria de Governo diz que Temer vai azeitar a relação com o Congresso, superar a crise e ampliar os votos no Senado para confirmar o impeachment. Leia.
  8. Com informações públicas, divulgadas pelo própria Petrobras e pela Transpetro, o novo site PetroMonitor fornece de forma gratuita informações sobre o mercado de Petróleo e Gás. O sistema busca informações públicas do site das empresas, analisa e compila os dados em gráficos de fácil entendimento para o cidadão comum.Clique aqui para conhecer o site.
  9. Bolsa Família perdeu R$ 2,6 bilhões com fraudes. Levantamento inédito mostra o volume de recursos desviado do programa. Funcionários públicos, mortos e até doadores de campanha estão entre os beneficiados. Leia.
  10. Em um ano, quase um milhão de famílias desceram de classe social. Leia.
  11. O Congresso chegou ao fundo do poço”, diz ministro da Defesa, Raul Jungmann. Leia.
  12. Cargos de confiança representam 35% da folha do funcionalismo federal, aponta TCU. Leia.
  13. Cunha manda e governo Temer terá que se ajoelhar, diz Dilma em entrevista à Folha de São Paulo. Leia.
  14. Lewandowski acaba com tramitação oculta de processos no STF. Medida atende aos princípios do direito à informação, diz ministro. Procuradoria-Geral da República e OAB consideram iniciativa positiva. Leia.

Um comentário em “Diário da Crise 28/05/2016

  • maio 29, 2016 em 9:35 am
    Permalink

    O cenário político, economico e social do brasiL parece ter saído de um daqueles filmes de distopia futurista. Os políticos conseguiram arrasar este país. A gente tenta alimentar esperanças, enxergar uma luz no fim do túnel mas tudo o que surge é um imenso deserto de expectativas. Quem pode ser um presidente decente neste país? Que partido político presta? Sobra algum que seja honesto e não seja louco?
    Pelo menos ainda não somos uma veneZuela. Se é que isto pode ser um consolo…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *