Ponte binacional: sucessão de vexames

Após 6 anos de sua conclusão, a ponte binacional sobre o rio Oiapoque – ligação terrestre entre os territórios brasileiro e francês – foi semi-inaugurada neste sábado, 18 de março. Foi mais um capítulo melancólico na história de um projeto que se arrasta há 20 anos, custou 70 milhões aos dois países e cujo atraso frustra quem conhece seu potencial para incrementar a economia de uma região historicamente carente de investimentos em saneamento básico, transporte, saúde, educação e segurança pública e de fronteiras.
A ministra francesa do Meio Ambiente, Ségolène Royal, até tinha confirmado presença na inauguração, mas não compareceu. Nenhum ministro brasileiro também prestigiou a inauguração da ponte anunciada em 1997 pelos presidentes Fernando Henrique Cardoso e Jacques Chirac, e que teve a pedra fundamental lançada por Luiz Inácio Lula da Silva e Nicolas Sarkozy em 2008.
leia mais